III ENGA e VII CBA: CARTA À ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AGROECOLOGIA

VII Congresso Brasileiro de Agroecologia e

III Encontro Nacional de Grupos de Agroecologia

Intervenção da REGA

O ENGA (Encontro Nacional dos Grupos de Agroecologia) surgiu a partir da necessidade dos Grupos de Agroecologia de todo o país de se reunirem em um espaço autônomo de diálogo horizontal, práticas e trocas de experiências. A fim de fomentar a convergência de idéias e ações dos grupos a nível nacional, o encontro visa a aproximação e articulação entre grupos de Agroecologia, movimentos sociais, comunidades tradicionais, academia e demais envolvidos no movimento agroecológico.

Nós, da REGA (Rede Nacional de Grupos de Agroecologia), buscamos a ruptura com os modelos hegemônicos vigentes. O sistema de produção capitalista, educação mercantilizada, desvalorização cultural dos povos, marketing verde, relações sociais corrompidas e apropriação da natureza são obstáculos que impedem a Agroecologia de avançar abarcando todas as dimensões essenciais de sua visão holística.

Buscando maior coerência entre os ideais e princípios com a práxis agroecológica, o ENGA é construído coletivamente, sem fins lucrativos, priorizando alimentos de produtores locais agroecológicos e relações solidárias. Há o esforço constante para que o compartilhamento e a construção dos saberes aconteçam de forma acessível, flexível, crítica e criativa.

É necessário que todas e todos trabalhemos juntos para minimizar as contradições que vem ocorrendo nos Congressos Brasileiros de Agroecologia e outros espaços do movimento agroecológico, inclusive o próprio ENGA. Em nosso terceiro encontro, que ocorre anualmente, nos vemos em pleno processo de amadurecimento e consolidação dos meios organizativos.

Propomos, então, que haja maior integração entre os eventos a partir de um apoio mútuo que propicie maior consistência ao movimento da Agroecologia como um todo.

A fim de fomentar a construção coletiva dos espaços, convidamos todas e todos a participarem do ENGA nos anos em que não ocorre o CBA, e sugerimos que nos anos em que ocorre o CBA, seja considerada a importância do ENGA como um espaço complementar e não paralelo. Portanto, nossa intenção é de colaboração, união e harmonia. Conciliar o que acreditamos em nossas vidas com o que fazemos em nossos espaços é parte fundamental do processo de transição agroecológica que tanto acreditamos.

Atenciosamente,

REGA – Rede Nacional de Grupos de Agroecologia
III Encontro Nacional dos Grupos de Agroecologia
Fortaleza -CE, 15 de dezembro de 2011

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s