2º ENGA

logo-enga3

II Encontro Nacional dos Grupos de Agroecologia, 11 a 16 de Novembro 2010, Aldeia Velha/RJ.

http://encontronacionalgruposagroecologia.wordpress.com/

Saudações Agroecológicas!

É com grande alegria e entusiasmo, que viemos convidar-lhe para participar do II Encontro Nacional de Grupos de Agroecologia (ENGA), a se realizar de 11 a 16 de Novembro em Aldeia Velha, distrito do município de Silva Jardim-RJ.

O ENGA pretende fomentar intercâmbios entre grupos e comunidades, onde as reflexões e discussões sobre temas como: Segurança Alimentar e Saúde, Cultura popular e Tradicional, Sustentabilidade na Agricultura, Economia Solidária e Integração Social, contribuam para a realidade da comunidade local e das experiências agroecológicas da região onde o evento será realizado.

Além disso, o II ENGA, tem o objetivo de criar um espaço em que os membros de Grupos de Agroecologia possam se reunir, discutindo questões inerentes aos grupos e apontando perspectivas de atuações futuras. Portanto, o II ENGA, terá também caráter deliberativo que planeje ações contínuas para o desdobramento da rede dos GAs, bem como definição dos grupos que assumirão a organização do próximo ENGA.

Durante os 5 dias de convivência serão realizados espaços de troca de saberes com instalações pedagógicas, visitas e mutirões nas experiências da região, uma feira agroecológica e cultural nas ruas de Aldeia Velha, além de espaços para reflexões e discussões focadas em temas relacionados ao envolvimento sustentável, cooperativismo e associativismo rural, educação diferenciada, extensão rural, economia solidária e inclusão social, sementes, plantas medicinais, sistemas agroflorestais, agricultura urbana, fontes renováveis de energia, bioconstruções, gênero, soberania alimentar e saúde integral.

A programação do encontro será composta por atividades integradoras conduzidas por metodologias participativas como: rodas de discussões e círculos temáticos, mutirões, feira cultural agroecológica, trocas de experiências e espaços  de socialização que sejam direcionados para fortalecimento da rede dos GAs, fomento da transição agroecológica local e construção de propostas para reivindicar e garantir acesso das comunidades e agricultores às políticas públicas e tecnologias alternativas.

Programação

Vivências Agroecológicas e Permaculturais

Unindo tribos pela transição agroecológica!

A principal proposta abordada neste dia de Vivências do II ENGA é a interação entre diversos universos, que sabem identificar-se em semelhanças e complementar-se em diferenças. Jovens e anciãos, homens e mulheres, crianças e adultos, cidadãos da cidade e do campo, unindo forças, saberes, tecnologias e fé num mundo de abundância e harmonia entre o homem e a natureza.

Durante todo o dia de domingo, os participantes e toda a comunidade local são convidados a vivenciarem as experiências agroecológicas e em transição da região, que abrangem diversos setores sociais locais: assentamentos, quintais, RPPNs, escolas, bioconstrução, pequenas e médias propriedades rurais. Será um dia inteiro de mutirão, do sol raiando até se pôr, com direito a almoço com os anfitriões, visita à suas experiências e atividades práticas agroecológicas e permaculturais, focalizadas por convidados especiais, integrantes dos Grupos de Agroecologia, agricultores locais e expertos nas práticas.

As Vivências estão organizadas em temas e atividades, sempre tendo um anfitrião e dois focalizadores cada. Os focalizadores são integrantes do COENGA ou do próprio ENGA, que se disponibilizam previamente para focalizarem as demandas de cada vivência. As demandas são simples: observar a capacidade máxima de visitantes, organização de material e equipe para alimentação, e levantamento de lista de ferramentas, equipamentos e material para os mutirões. Além disso, pelo menos um focalizador de cada dupla deve conhecer previamente cada anfitrião e sua experiência, e estabelecer um diálogo para que possamos otimizar as atividades, tornando uma experiência coletiva numa comunhão agradável e rica para todos os presentes.

Estamos precisando de mais 8 focalizadores para a composição das duplas, qualquer pessoa que contemple estes requisitos, e que de preferência confirme presença no Curso de Formação de Focalizamores, a acontecer no mesmo local do ENGA, nos dias 10 e 11 de novembro, pode se manifestar!

Também pedimos fortemente para todos os participantes que possam trazer ferramentas básicas para estas atividades, como enxadas, facões, enxadões, cavadeiras, ancinhos e demais instrumentos da roça! Vamos identificar e guardar direitinho todas as ferramentas, fiquem tranquilos! Quem vem de ônibus, e tiver materiais úteis, ferramentas e demais ofertas, aproveitem o espaço e colaborem!

O COENGA e as comunidades agradecem!!

TEMAS DAS VIVÊNCIAS DO ENGA 2010

Os temas das Vivências são as demandas apresentadas pelos moradores locais, por tanto, as pessoas que conhecerem os temas, se possivel, podem trazer materiais que colaborem com a troca de experiências.

Necessitamos de focalizamores que conheçam os temas.

1) Nome da Vivência: HORTA ECOPEDAGÓGICA DA ESCOLA VILA SILVA JARDIM

Tema/Atividade: Construção de horta pedagógica – Canteiros, Viveiro, Minhocário e Mandala de Medicinais.

Anfitrião: E.E.M. Vila Silva Jardim

Focalizadores: Renan (Capim Limão)/Argeu(Agente Local)/Ivane(Diretora)

2) Nome da Vivência: RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS, TRANSIÇÃO AGROECOLÓGICA DE ESPAÇOS

Tema: Contenção de Voçorocas pelo Método Zapoteca Agroflorestal, Curvas de Nível e Implementação de SAF de Sol.

Anfitrião: Sítio AMA

Focalizadores: Tainá Mie(EMA), Antonio Castor (Miguel Pereira), Gustavo Pollman(CEDRO) e Leandro Basil (morador local)

3) Nome da Vivência: MANEJO DE PROPRIEDADE FAMILIAR DA REFORMA AGRÁRIA A CONFIRMAR

Tema: Manejo de Sistemas Agroflorestais

Anfitrião: Seu Milton (Assentamento Viscondi/Casimiro de Abreu)

Focalizadores: Seu Milton + 1

4) Nome da Vivência: TRANSIÇÃO AGROECOLÓGICA EM ASSENTAMENTOS RURAIS

Tema: Implementação de SAF em assentamento e área de APP

Anfitrião: D. Carli

Focalizadores: Curumim +

5) Nome da Vivência: QUINTAIS D’ALDEIA – PEQUENOS ESPAÇOS E GRANDES IDÉIAS

Tema: Visitação e atividades em experiências locais com pequenos espaços, hortas, canteiros e jardins, de técnicas agroecológicas tradicionais e alternativas

6) Nome da Vivência: ASSENTAMENTOS RURAIS AGROECOLÓGICOS

Tema: Manejo Agroflorestal em Assentamento Rural: experiências do Sítio Ataliba, Dona Alice e Cemiro (Viveiro)

Anfitrião: Dona Alice, Bigode e Cemiro – Assentamento Cambucaes

Focalizadores: GUTO +

7) Nome da Vivência: AGROECOLOGIA EM RPPNs: FAZENDA BOM RETIRO

Tema: DEFINIR

Anfitrião: Luiz Nelson

Focalizadores: Luiz Nelson + 1

8) Nome da Vivência: I CASA ECOLÓGICA DE ALDEIA VELHA

Tema: Super Adobe – soerguimento das paredes estruturais, pós-fundação

Anfitrião: Luciane

Focalizadores: Lui Maori + Luciane

9) Nome da Vivência: TRANSIÇÃO AGROECOLÓGICA DE AGRICULTORES TRADICIONAIS – CARLINHOS – CONFIRMAR

Tema: Implementação de Sistema Agroflorestal de Sol

Anfitrião: Carlinhos

Focalizadores: Bruno (ENGA) + 1

10) Nome da Vivência: ALIMENTAÇÃO VIVA

Tema: Alimentação Viva

Anfitrião: Espaço de Alimentação do ENGA

Focalizadores: Terrapia (FIOCRUZ RJ)

Território e Espaços Coletivos

O II ENGA será realizado num espaço aberto, fora da área residencial da comunidade de Aldeia Velha. O espaço contará com espaços de convivência e instalações especialmente criadas para recepcionar o encontro.

O espaço conta com um grande galpão, área extensa para camping, rio para banho recreativo e cachoeiras nas proximidades. Todos os espaços foram concebidos pela equipe do COENGA, e estão sendo focalizados pelo GT Estrutura, que estará agregando todas as pessoas que chegarem para os preparos da comunidade-provisória que será instaurada.

Como num jogo interativo, a ideia e fazer com que o visitante se sinta ao máximo acomodado, confortável, e ao mesmo tempo integrado e atuante nesta comunidade que estará se encontrando. Todos serão bem recebidos, receberão as instruções para acomodação, e serão convidados a integrar um Grupo de Trabalho dentre os vários ali presentes, para que todos possam integrar-se e comungar de um dia a dia coletivo, com tarefas distribuídas, criando um clima de amizade, interação e troca contínuos, pura aprendizagem!

Como na Agrofloresta, a biodiversidade é essencial para manter este organismo pulsando e vibrando nas frequências que nos trazem bons sentimentos, vontade de trabalhar, doar-se e trocar entre os irmãos!

A estrutura básica disponível para este ano conta com:

  • Espaço de Convivência Central: ali vão instaurar-se as rodas de conversas, círculos temáticos, apresentações dos grupos e da comunidade, durante o dia. À noite, um dos espaços de celebração, durante os momentos culturais, com apresentações artísticas, performances e shows.
  • Produtora Co-Labor-Ativa: espaço de pura produção cultural colaborativa, onde todos podem interagir, trocar dados e informações, e comunicar! Computadores, internet, transmissão de rádio para a região, projeções e cinema independente e alternativo, pendrives, impressoras e demais tecnologias, ideais para que todos possam carregar e descarregar dados, fotos, textos, músicas e demais materiais úteis aos presentes e ao encontro! Tragam suas tecnologias para compartilhar!
  • Cozinha e área de alimentação: uma equipe colaborando para a alimentação dos presentes no evento fornecerá as três principais refeições, vegetarianas e deliciosas!
  • Cruzinha: alimentos vivos, crus e germinados também estarão aqui para complementar nossa dieta especial!
  • Fogueirão Sagrado: mais um espaço de convivência e celebração, uma fogueira a céu aberto, acesa todas as noites para as improvisações, rodas de histórias e jam sessions.
  • Banheiros e chuveiros ecológicos: sanitários secos e ecológicos estarão disponíveis, além de chuveiro com tratamento de águas cinzas.
  • Tenda das crianças: espaço para diversão e aprendizado das crianças. Tragam livros infantis, brinquedos, bolas e histórias para contar para nossos pimpolhos!
  • Pontos de água potável: não haverá venda de água no evento, nem de refrigerantes ou bebida alcoólica. Portanto, hidrate-se! Não recomendamos o consumo de água do rio, beba água da nascente nestes pontos.
  • Recepção: espaços para recepção, instruções e informações aos que chegam e circulam no encontro.
  • Camping: área de camping, dividida em pequenos “bairros”.
  • Tenda da Cura: onde procuramos tranquilidade, paz interior, equilíbrio, juntamos forças, trocamos curas, massagens, experiências… e em qualquer caso de pequenos ferimentos, cortes, contusões, mal estares, uma botica fitoterápica com alguns remédios naturais dispostos. Aqui também aceitamos muitas coisas: incensos, óleos essenciais, extratos naturais, ervas para chás, tinturas, ervas medicinais, panos, esteiras e almofadas para acomodarmos bem nosso visitantes.

Produtora Colaborativa

Bem vindos a nossa Produtora Colaborativa Multimídia

Tragam suas câmeras fotográficas e filmadoras para o nosso encontro! Queremos construir um registro visual coletivo, através de um mosaico de imagens e histórias de agroecologia e outras iniciativas que estão mudando a nossa realidade.

Nossa vontade vai na contramão da grande mídia, que só mostra violência e corrupção. Queremos ver as iniciativas que estão dando certo, na esperança e perspectiva de um futuro melhor. Queremos aquecer nossos corações e conhecer o SEU PROJETO.

A nossa Produtora Colaborativa Multimídia vai funcionar das seguintes maneiras:

– Internet: começa agora! Se você tem vídeos que mostram experiências agroecológicas, ou ainda alguma das vertentes dos ciclos temáticos do encontro POSTE AQUI. Pode ser nos comentários ou no nosso e-mail engarj2010@gmail.com . Vamos multiplicar as informações e os conhecimentos necessários para uma sociedade em transição, rumo ao equilíbrio entre nós e nossa terra. Poste aqui práticas de reconexão!

– No ENGA 2010: a produtora vai funcionar durante todo o evento. Para participar será necessário se cadastrar na hora. Haverá um roteiro, baseado na programação, basta colocar seu nome ao lado da pauta, fotografar ou filmar. Traga o vídeo, ou as fotografias, de volta para a Produtora, lá baixamos (download) o seu conteúdo no nosso computador, e você escreve um pequeno relato. Esse material será colocado aqui no site, após o ENGA, e disponibilizado para baixar.

Lembrem-se também de trazer  alguma mídia para levar os arquivos compartilhados: Pen drive, hd externo ou cd’s e dvd’s virgens. Tragam também arquivos que queiram espalhar: filmes, músicas, textos…

Não precisa ser fotógrafo ou jornalista profissional. Nosso objetivo é justamente abrir o círculo para a diversidade de olhares. Para isso contamos com sua criatividade e participação. Também queremos receber vídeos e fotografias fora das pautas sugeridas, abrindo espaço para os momentos espontâneos.

>>>Fica aqui registrado que nossa Produtora Colaborativa Multimídia foi inspirada na produtora coletiva da Aldeia da Paz, no Fórum Social Mundial que aconteceu em Belém do Pará (2009).

Colaboração e Cooperação – GTs ENGA

gts-enga

Imagens e vídeos

 

Fotos: http://www.flickr.com/photos/anaiadelka/sets/72157626592682682/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s